Alimentação canina: o que é e o que não é permitido | Wesco
  • Av. Santa Catarina, 2.505 - Vila Mascote, São Paulo - SP
  • contato@wesco.com.br
  • Telefone: +55 11 5506-7900

Alimentação canina: o que é e o que não é permitido

Saiba o que seu cachorro pode comer e o que ele não pode comer

No post anterior sobre alimentação canina, falamos como a alimentação de seu cão deve ser feita: sem alimentos temperados, sem doces, e de preferência com horários fixos. No post de hoje nós vamos te dizer exatamente quais os alimentos que você pode dar para o seu cachorro, quais não dar, quais alimentos não são recomendados e quais devem ser ingeridos com moderação.

Lembre-se que o ideal é você conversar com o seu médico veterinário sobre qualquer alteração na dieta de seu cachorro. E se você notar alguma alteração no comportamento e/ou no metabolismo do seu amigo, não hesite em leva-lo ao veterinário! E lembre-se também que, assim como alguns humanos são alérgicos à alguns alimentos, o seu cãozinho também pode ser.

Alimentos que você pode dar ao seu cachorro:

Dentre as frutas você pode dar: banana (congelada ou natural), maçã (inclusive molho de maçã natural), melão cantaloupe, damasco (sem casca, seco ou natural), amoras (congeladas ou naturais), kiwi, manga, pêssego, pera.

Dentre as verduras e legumes você pode dar: cenoura (tanto crua como cozida), vagem (tanto cru como cozido), batata doce (cozida), abóboras (cozida), espinafre, alface, abobrinha, pimentão (em pedaços, cru, cozido ou congelado).

Dentre outros alimentos: mel, ovos (cozidos), carne de frango (dê preferência à carne cozida e evite os ossos), aveia (cozida), pasta de amendoim (sem açúcar), arroz e iogurte natural, carne bovina (dê preferência à carne cozida e evite os ossos), peixe cozido sem osso.

Alimentos que você não deve dar ao seu cachorro:

Dentre as frutas você não pode dar: abacate, uvas, uvas passas, cerejas, fruta romã, sementes e cascas de frutas, grãos de café, grãos de cacau, ameixa.

Dentre as verduras e legumes você não pode dar: alho, cebola, cascas de batata, batata crua, ruibarbo, milho direto na espiga, cebolinha.

Dentre outros alimentos: doces em geral, chocolate, bebidas alcoólicas, bebidas com cafeína, café, aparas de gordura de carnes, chicletes, nozes no geral, cogumelos, comida salgada/temperada, chás no geral, adoçante xilitol, fermento, e massas oriundas da farinha de trigo (cruas), ossos cozidos, peixe cru, fígado, manteiga/pasta de macadâmia, comidas processadas.

Alimentos não recomendados:

Não é recomendado dar ao cão: pipoca, camarão e outros frutos do mar, amêndoas, aipo, cereja, pimentas e milho.

Se você tem dúvidas sobre algum alimento que não se encontra em nenhuma de nossas listas, consulte o seu médico veterinário.

Alimentos em moderação:

Alguns alimentos devem ser oferecidos com moderação. Nem todos os cachorros conseguirão metabolizar esses alimentos, ou então em excesso poderão fazer mais mal do que bem.

São eles: Abacaxi, mirtilo, melancia, morango, batata (sem casca), brócolis, queijo (qualquer tipo), leite (depende muito de cada animal, alguns não podem nem em moderação), salsichas, tomate, pães (e carboidratos oriundos da farinha de trigo em geral).

Lembre-se: se o seu cachorro mudou o seu comportamento após você ter adicionado algum desses alimentos na dieta dele, consulte o seu médico veterinário. E se você tiver dúvidas sobre qualquer alimento permitido ou não, consulte o seu médico veterinário. Não faça alterações radicais na alimentação de seu cão sem antes consultar um profissional!

Wesco apresenta o Acacabou

Para evitar que seu cão traga para a sua casa uma série de bactérias e sujidades, a Wesco traz o Acacabou para Cachorros. Se trata de um dispenser de saquinhos Oxi-Biodegradáveis, é uma inovação para aquelas horas de passeio com o melhor amigo e ele precisa fazer as necessidades. Confira mais informações aqui.

Com informações de: Proud Dog Mom, BuzzFeed, Fix.