Os empregos que mais engordam estão ligados ao stress

Todo ano o site Career Builder realiza novas pesquisas sobre os empregos que mais engordam. E em todos os resultados é possível ver uma constante: todos os funcionários obesos sofrem com o stress causado pelo emprego.

A mais nova pesquisa, realizada no primeiro semestre deste ano, mostrou que entre os mais de 3 mil profissionais norte-americano entrevistados, mais da metade estão acima do peso, e quase 45% deles afirmam ter engordado durante o emprego atual. Enquanto isso, apenas 17% dos entrevistados disseram que conseguiram emagrecer.

As mulheres são as que mais sofrem – cerca de 49% das entrevistadas afirmam terem engordado, e ainda por cima sofrem com um reflexo no salário: outro estudo – dessa vez realizado pela Vanderbuild University –mostrou que as mulheres obesas ganham menos que as mulheres magras e que os homens obesos.

Os empregos que mais engordam de acordo com o estudo

O resultado da pesquisa do Career Builder não ficou muito diferente do resultado da pesquisa feita pela Associação Americana do Coração em março deste ano, na qual apontou as carreiras menos saudáveis. No caso da pesquisa do Career Builder, as sete carreiras que mais engordam são:

  • Transporte, com 49% dos entrevistados;
  • Saúde, com 48% dos entrevistados;
  • Serviços financeiros, com 46% dos entrevistados;
  • Vendas, também com 46% dos entrevistados;
  • Varejo, com 40% dos entrevistados;
  • Manufatura, com 39% dos entrevistados;
  • Tecnologia da informação, com 38% dos entrevistados.

Por que esses trabalhos parecem engordar?

De acordo com a pesquisa, o aumento de peso está ligado ao emocional do indivíduo. Quanto mais stress uma pessoa sofre no trabalho, maior o sofrimento emocional.

Os hábitos alimentares durante o expediente também são fatores influenciadores. Muitos comem no local de trabalho e com pressa e geralmente é algo que não é saudável.  Além disso, muitos desses trabalhos não incentivam o hábito de exercícios físicos – isso quando sobre tempo para a atividade física – aumentando ainda mais o nível de sedentarismo do funcionário.

A desculpa perfeita

A desculpa dada pelos funcionários entrevistados na pesquisa é que devido ao alto nível de stress e da carga horária, arranjar um tempinho livre para se exercitar é complicado. Mas todo trabalho é estressante. Alguns são mais que outros.

Porém, dizer que não tem tempo para se cuidar é entrar em um ciclo vicioso: trabalho demais e me estresso com isso, chego em casa quero descansar e não ficar ainda mais cansado em uma academia. Se você já se viu dizendo essa frase ou pensando essa lógica, tente fazer um esforço, pois muitas vezes ficar em casa descansando não significa desestressar. Às vezes você se estressa ainda mais.

Mas se você ainda não for do time que pretende ir para uma academia, então procure ocupar o seu tempo livre com algo que vá te fazer menos estressado. Leia um livro, prepare refeições mais saudáveis para você levar para o trabalho, mexa no seu jardim... Veja esse momento de ficar em casa como o momento ideal para você cuidar e investir em você. E de quebra, veja o seu stress diminuir.

Reforce na prevenção

Reforce também na prevenção! A Wesco possui uma ampla gama de produtos que visam garantir o bem-estar de seus funcionários e de seus clientes. De dispensers para álcool gel à aromatizadores de ambiente, a Wesco possui um produto ideal para você e sua empresa, garantindo assim que todos possam desfrutar suas vidas com mais saúde e facilidades. Conheça nossa linha de produtos aqui.

Com informações de: Revista Exame

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?