Três razões que deixam os donos de restaurantes acordados à noite

Três razões que deixam os donos de restaurantes acordados à noite (e três curas)

Proprietários de restaurantes de “fast food”, cadeias de “fast casual” e conceitos de refeições informais têm uma coisa em comum: um ambiente de negócios mais desafiador do que nunca. Com mais concorrência em contínua expansão e menos trabalhadores, a situação é suficiente para tirar o sono de qualquer dono de restaurante. Há, no entanto, alguns passos básicos que você pode tomar para curar sua insônia induzida por estresse e melhorar suas chances de sucesso.

Cura número 1: Impulsione as vendas provenientes de lugares inesperados

A coisa mais próxima de uma cura para todos os problemas empresariais é mais negócios. Cada vez mais, você encontrará seus melhores clientes potenciais para obter negócios adicionais em dois lugares diferentes.

O primeiro deles está bem na sua frente, nas suas mesas. Os clientes existentes representam sua melhor oportunidade para obter mais negócios, se você os fizer voltar. Pesquisas mostram que 86% dos fregueses de restaurante retornarão se tiverem uma boa experiência (leia-se: personalizada). Isso deve começar por uma saudação amigável de sua equipe e continuar durante a visita, reforçado por tudo, desde suas guardanapeiras personalizadas até as ofertas especiais feitas diretamente na mesa. Embora a personalização possa parecer ser muito trabalhosa, ela não precisa ser assim, ou envolver produtos promocionais caros. Por exemplo, novas ferramentas online fáceis de usar permitem que você personalize mensagens que vão direto para seus porta-guardanapos.

O segundo lugar mais promissor para encontrar novos clientes pode ser, bem, em qualquer lugar − ou seja, em qualquer lugar onde as pessoas estiverem online e nas mídias sociais. De fato, no segmento “fast-casual”, 52% dos clientes obtêm suas informações sobre restaurantes principalmente nas mídias sociais. Novamente, aqui você não precisa ser um assistente digital ou um consultor de mídia social para divulgar mensagens online. Basta verificar com seus fornecedores para ver quem também está fornecendo ferramentas gratuitas de mídia social para restaurantes − a melhor delas não apenas criará imagens e mensagens otimizadas para você, como também permitirá que você as publique diretamente em suas plataformas sociais favoritas.

Cura número 2: Crie uma cultura que atraia, envolva e retenha os funcionários

Naturalmente, trazer mais negócios exigirá mais serviços, mais mãos, mais funcionários. Infelizmente, a escassez de mão-de-obra para restaurantes não mostra sinais de diminuir, e 59% dos operadores apontam para ela como sendo seu maior desafio.

Os níveis salariais são definitivamente um problema em um mercado de trabalho restrito, mas o pagamento não é o único obstáculo a ser resolvido. Mesmo uma carga horária competitiva não manterá seus funcionários felizes, produtivos e trabalhando, a menos que faça parte de uma cultura organizacional geral, que respeite e estimule todos os funcionários. As chaves para uma cultura que estimule os funcionários incluem:

Flexibilidade e consistência

Cerca de dois terços dos funcionários são da geração do milênio (ou mais jovens); eles levam suas vidas em muitas direções e exigem um alto nível de flexibilidade. É improvável que os restaurantes que só programam a carga horária de acordo com suas próprias necessidades trabalhem com esses estilos de vida fluidos, nem retenham esses jovens que vivem assim. É hora de usar esses sofisticados softwares de agendamento para satisfazer suas necessidades mútuas de horários flexíveis − e dentro dessa flexibilidade, oferecer uma consistência bem-vinda.

Treinamento contínuo

Isto é simples: um funcionário não treinado é um funcionário perdido − confuso, frustrado, até constrangido e, por fim, insatisfeito. É fundamental que você crie seus próprios programas de treinamento ou adapte um dos módulos de treinamento online ou móveis disponíveis de terceiros. Mantenha-os simples o suficiente para que possam ser usados para treinar todos os funcionários, mesmo aqueles que são sazonais. Em seguida, continue treinando, especialmente em segurança alimentar, com atualizações periódicas e incentivos para toda a equipe. Além disso, aproveite as ferramentas de treinamento que não apenas informam, mas também envolvem os funcionários, como as muitas abordagens em forma de jogos, desde módulos de treinamento centrados em dispositivos a simples competições para aprendizado de funcionários.

Comunicação constante

Em um ramo de atividades com taxas astronômicas de rotatividade de funcionários, é fácil começar a vê-los como mercadorias. Mas a relação patrão-funcionário deve permanecer exatamente isso, um relacionamento, se for para ser bem-sucedida. Qualquer relacionamento de um ser humano com outro vive ou morre na essência da comunicação, e os empregadores devem ser sábios para se comunicar regularmente, e em termos muito humanos.

Faça os gerentes realizarem uma verificação e se atualizarem sobre os funcionários. Considere criar um boletim informativo dos funcionários e solicite conteúdos deles ou faça destaques para os funcionários. Organize refeições periódicas para a equipe, para literalmente nutrir as relações entre você e seus funcionários, e entre eles próprios.

Crie recompensas visíveis

Seus funcionários mais valiosos − aqueles que se destacam no atendimento aos clientes, vendem como se não houvesse amanhã e ajudam a criar um ambiente de trabalho positivo − são os que, por sua vez, devem se sentir mais valorizados. As recompensas financeiras são sempre bem-vindas, mas também são de certa forma esperadas pelos que têm os melhores desempenhos. Segundo uma pesquisa da McKinsey, o pagamento não é o principal motivador dos funcionários − é o reconhecimento. Portanto, recompense seus funcionários, divulgue as recompensas e você os tornará realmente felizes por trabalharem para você.

Cura número 3: Mantenha seu negócio saudável, mantendo seus clientes saudáveis

Entretanto, todo esse aumento de receita e incentivo a funcionários pode ser desperdiçado, se você também não se concentrar no crescente desafio da segurança alimentar.

Um importante estudo universitário realizado nos Estados Unidos mostrou que um único incidente de intoxicação alimentar em um restaurante tipo “fast food”, onde apenas cinco pessoas ficaram doentes (mas ninguém foi hospitalizado e não houve processos legais) custou aproximadamente 4.000 dólares, enquanto que um incidente grave, onde uma doença de origem alimentar impactar 250 pessoas, pode custar até 2,5 milhões de dólares. Compare isso com o custo de treinamento em segurança alimentar de 15 dólares por funcionário (de acordo com a National Restaurant Association), e o ROI (retorno sobre o investimento) de ensinar a lavagem adequada de mãos e o manuseio de alimentos torna-se dramaticamente evidente.

Em outras palavras, um treinamento efetivo e abrangente para os funcionários não só diminuirá o ritmo de contratação e recontratação, como também reduzirá os riscos relacionados à segurança para a boa reputação e até para a sobrevivência do negócio de restaurantes.

Os desafios de administrar um restaurante o mantêm acordado à noite? Então tente as três "curas" acima descritas e durma bem.

Soluções Wesco para a satisfação e bem-estar dos clientes e colaboradores

Para manter seus funcionários e clientes valorizados é imprescindível oferecer a eles um excelente ambiente e excelentes produtos para se higienizarem. Isso passa um conforto num dos momentos mais íntimos que uma pessoa tem, que é quando ela está no toalete. Não há quem não se sinta valorizado com isso, e ainda reflita a qualidade do serviço alimentar que se consome na qualidade do toalete que se utiliza.

DISPENSER DE FIO DENTAL

Dispenser Fio Dental e Kit de Enxaguante Bucal Listerine

Dispenser Fio Dental e Kit de Enxaguante Bucal Listerine

O dispenser de Fio Dental possui um exclusivo sistema de corte automático, que o torna extremamente higiênico, é fácil de usar e deve ser instalado em ambientes onde o zelo e a higiene são fundamentais. Comprovadamente incentiva os usuários a fazer a sua higiene bucal quando se deparam com o dispenser no toalete, aumentando o engajamento e promovendo a força do hábito para que o uso do fio dental se torne uma prática diária.  É recomendado a lugares públicos como escritórios, indústrias, restaurantes, universidades, órgãos governamentais, consultórios, laboratórios, hospitais e outros.

KIT ENXAGUANTES

Leve ao seu estabelecimento um produto de fácil acesso, que preserva a saúde de sua equipe e clientes. Sinta um agradável frescor com antisséptico bucal Listerine sabor Cool Mint.

  • Kit para enxaguante bucal Listerine
  • Enxaguante bucal Listerine Zero
  • Enxaguante bucal Listerine Cool Mint

BLOQUEADOR DE ODORES SANITÁRIOS FREECÔ

Sendo o primeiro produto do tipo no Brasil, o bloqueador de odores FreeCô acaba com o constrangimento de usar o banheiro. Produzido com produtos naturais com princípios ativos de óleos essenciais fitoterápicos, não agride a saúde nem o meio ambiente. Na versão portátil, ele pode ser levado na bolsa, no bolso ou onde quiser, e na versão professional facilita a utilização em sanitários de uso coletivo.

SABONETE TORK ESPUMA

O dispenser Tork Sabonete Suave em espuma facilita a limpeza das mãos, além de possuir ingredientes que reduzem o risco de irritação da pele. Com capacidade de armazenamento de 1L, o dispenser nas opções com sensor e toque manual libera 0,4ml de espuma por acionamento, quantidade ideal para a limpeza da pele sem desperdício de produto.

DISPENSER TORK ELEVATION

Já apresentamos aqui a importância do uso do papel toalha na hora de secar as mãos, por isso a linha de dispensers Tork Elevation para papel toalha completa o procedimento de limpeza das mãos, assegurando a higiene com o sistema touch- free, onde o usuário toca apenas no papel que vai utilizar. O dispenser possui uma aparência moderna e é adequado para espaços que recebem muitos visitantes.

A linha Tork Elevation é uma gama de dispensers com um design elegante e funcional. Possui uma aparência moderna e se encaixa em praticamente qualquer toalete. O sistema de toalha interfolhada TORK é o mais econômico do mundo, gerando redução comprovada de aproximadamente 30% no consumo de papel.

DISPENSER DE PAPEL HIGIÊNICO TORK SMARTONE

Acabe com o desperdício constante dos dispensers de rolos jumbo tradicionais. O Dispenser de papel higiénico Tork SmartOne® tem um design robusto de alimentação central, que distribui uma folha protegida de cada vez, pelo que favorece a higiene, resiste aos atos de vandalismo e reduz o consumo - em até 40%*.

* Dados obtidos com base em um estudo interno em 7729 utilizadores na Europa. Dispenser maxi jumbo tradicional vs. dispensador Tork SmartOne®. Redução comprovada com base no número de metros quadrados gastos em cada utilização. Maxi jumbo 13,6 dm2, Tork SmartOne® Twin Mini: 8,2 dm2.

Conheça a Wesco e descubra o produto ideal para a sua empresa fortalecer o ambiente de trabalho e a relação com o cliente. Clique aqui!

Fontes:

Tork USA

Tork USA: Ad-a-Glance 

Food Newsfeed: What keeps restaurant owners up at night 

QSR Magazine: 5 tips to reduce employee turnover in your restaurant 

Michelin Guide: Restaurant employee turnover 

Decision Logic: Employee Turnover Costs 

Toast: Restaurant Gamification 

Toast: How to communicate effectively in your restaurant 

John Hopkins University: Foodborne illness could cost a restaurant millions