10 maneiras de fazer você ficar mais inteligente

Pesquisas recentes na área de psicologia e de neurociências indicam que algumas estratégias podem ser eficazes para melhorar a sua inteligência (capacidade de resolver problemas em novas situações, independentemente de conhecimento previamente adquirido) e uma ou outra delas podem até ser surpreendentes.

Veja a seguir 10 coisas que você pode fazer para ficar mais inteligente:

1. Acredite que isto é possível

De acordo com um estudo citado pelo New York Times, um grupo de estudantes recebeu aulas sobre como funciona o cérebro. Disseram à metade deles que é possível ficar mais inteligente; e disseram o contrário para a outra metade.

Quando eles foram testados em relação ao material do curso, o primeiro grupo reteve 85% do que ouviu, enquanto que o segundo reteve apenas 54%. Em outras palavras, simplesmente acreditar que você pode se tornar mais inteligente realmente o faz ficar mais inteligente.

Aparentemente o seu cérebro aceita sugestões das suas crenças e se torna mais “receptivo”, tornando mais fácil para os neurônios construírem conexões. Ou, como disse Henry Ford uma vez, “Se você pensar que pode fazer algo, ou se pensar que não é capaz de fazer algo, você estará certo”.

Acredite nestas palavras: se este artigo reforçar a sua crença de que é possível fazer algo para ficar mais inteligente, o simples ato de ler o artigo não apenas transmite informação; ele está ativamente melhorando a eficácia do seu cérebro!

2. Aumente a sua atividade social

A interação social, como conversar com amigos e familiares também pode aumentar a sua inteligência.

Por exemplo, um estudo realizado de 1988 a 2004 mostrou que as pessoas que tiveram maior interação social tiveram uma maior pontuação em testes de retenção de memória, realizados a cada dois anos.

Curiosamente, o conteúdo da interação social parece não ser importante. O efeito foi maior nas pessoas com nível educacional mais baixo, que, presumivelmente, não estavam discutindo assuntos como o existencialismo ou a ciência de fabricar foguetes espaciais.

O benefício cerebral causado pela interação social faz sentido, se a gente considerar que o cérebro humano evoluiu para funcionar melhor no contexto de uma tribo.

3. Faça exercícios físicos regularmente

O conselho “faça bastante exercício físico” é geralmente dado como uma maneira de prevenir doenças relacionadas ao estresse.

Todavia, de acordo com dados mais recentes da neurociência, o exercício físico aumenta o nível do fator neurotrófico do cérebro, uma proteína que é encontrada no seu sangue e no seu cérebro, e que promove o crescimento e a formação de novos neurônios.

Uma vez que é assim que o cérebro cria e reforça a memória, o exercício físico está literalmente o tornando mais inteligente. Na realidade, o exercício físico cria um aumento mensurável da região do hipocampo.

A experiência do trabalho confirma isto. Há um motivo pelo qual tantos CEOs e pessoas de sucesso começam os seus dias fazendo exercício físico. Eles podem não saber por que, mas, este hábito realmente os torna mais inteligentes e mais competitivos.

4. Beba mais café e/ou chá

mais inteligenteVárias pesquisas mostram que certos estimulantes têm um efeito positivo de aumentar o seu poder de concentração, liberando dopamina nas partes mais importantes do seu cérebro, e, consequentemente, aumentando a memória de longo prazo.

E uma maneira fácil e prática de fazer isto é ingerir umas doses da velha e conhecida cafeína.

A cafeína também bloqueia o efeito da adenosina, uma proteína que diminui a atividade cerebral, quando você vai dormir. Quanto menos adenosina, maior a atividade dos seus neurônios, tornando-o mais inteligente.

Finalmente, a cafeína libera norepinefrina, que aumenta a sua frequência cardíaca e diminui o seu tempo de reação, melhorando a retenção da memória e o desempenho geral do seu cérebro.

5. Sonhe acordado mais frequentemente

Ao contrário do que pensa muita gente, deixar a sua mente divagar não é preguiça mental; é exatamente o oposto. Ao sonhar acordado, a sua mente fica mais ativa.

Sonhar acordado estimula a sua imaginação e a sua criatividade, permitindo que partes não conectadas do seu cérebro se liguem, criando novas vias neuronais.

Pesquisas têm mostrado que estudantes que sonham acordados têm, em média, melhor desempenho nos exames que os que estão sempre concentrados numa determinada tarefa.

Sonhar acordado é também o primeiro passo para treinar a atenção, uma técnica que Steve Jobs usava para se tornar mais criativo.

6. Não tente executar várias tarefas ao mesmo tempo

O nosso cérebro pode se concentrar apenas em uma coisa de cada vez e isto é um fato cientificamente provado.

Embora você possa eventualmente realizar várias tarefas domésticas ao mesmo tempo, qualquer coisa que requeira concentração, raciocínio ou decisão pode apenas ser feita uma por vez.

7. Exercite o seu cérebro

mais inteligenteMuitos abandonam o aprendizado ao deixar a escola primária, o colégio, ou a universidade.

Mantenha o seu cérebro em atividade aprendendo algo novo, como um idioma, uma nova habilidade, ou um instrumento musical.

Eu, particularmente, gosto de assistir programas dos canais Discovery, e aprender algo sobre astronomia e o nosso universo, a vida selvagem, como evoluiu o nosso planeta, e assim por diante. Curiosamente, ao assistir um desses programas, eu começo a me lembrar de leis de física, de química, ou de biologia, que inicialmente eu aprendi no curso colegial.

8. O mundo é um mistério

Use o seu cérebro e faça constantes perguntas, como o que é a vida? De onde viemos e para onde vamos?

Explore a sua vizinhança, seja um observador. Exercite continuamente o seu cérebro, como se você fosse um detetive, cuja missão é desvendar esses mistérios. Não aceite tudo o que você ouve. Questione as verdades tidas como imutáveis e mantenha um aguçado senso de curiosidade.

Faça como fizeram pessoas como Galileu, Sir Isaac Newton, Arquimedes e tantos outros. Para não ficar apenas nos antigos, outros exemplos são Bill Gates, Steve Jobs, Mark Zuckerberg.

9. Use ambos os hemisférios do seu cérebro

O hemisfério esquerdo serve para raciocínio lógico, problemas de matemática e ciências exatas. O lado direito libera a sua criatividade.

Você poderá facilmente saber qual dos dois lados é predominante em você e então procure também exercitar o outro.

Se você for bom em ciências exatas, procure aprender a fazer coisas como desenhar, pintar, tocar um instrumento musical, etc.

10. Conheça os seus padrões de sono e dê ao seu cérebro algo de valor com que trabalhar

O seu cérebro necessita de sono, tanto quanto o seu corpo precisa de repouso, mas todos são diferentes. Eu me sinto bem com 5 a 6 horas de sono, mas, quando eu era jovem, às vezes dormia até 10 horas.

O interessante é que o seu cérebro trabalha durante a noite; ele fica processando os eventos do dia. Logo, dê a ele algo de bom com que trabalhar.

Você gostou deste post? Você pende mais para as ciências exatas ou você tem o lado artístico como o seu ponto forte? Você costuma exercitar o seu físico e o seu cérebro? Você tem alguma dica, além das mencionadas, que queira compartilhar conosco? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
Inc.com
Business Insider
Best Psychology Degrees

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?