Sustentabilidade: uma boa empresa precisa ter responsabilidade

Empresas conscientes contribuem para o bem-estar da sociedade

O século 21 tem sido conhecido como o que mais tem se debatido as questões ambientais. Já era sabido há anos que o clima não é mais o mesmo e que a situação do desmatamento, enchentes, poluição, extinção de espécies, entre outras, estão levando o planeta Terra para um eminente colapso. Porém, foi no início da década de 2000 que governos têm se visto na necessidade não só de discutir os problemas, como também agir.

Entretanto, uma questão tão complexa e enorme não caberia apenas algumas resposta do governo — que, pelo menos no Brasil, mal consegue resolver questões básicas como saneamento básico em bairros mais pobres. Então partiu da relação de Estado e empresas privadas desde iniciativas até estímulos para que elas também façam a sua parte com a natureza e, consequentemente, com a sociedade em si. Foi daí que cresceu o termo sustentabilidade empresarial.

Esse termo consiste em definir uma série de ações de empresas e grandes corporações que buscam o seu lucro sem prejudicar o meio ambiente ou a comunidade ao redor. Além de evitar agredir o planeta, elas visam divulgar também projetos sociais ligados ao tema ou até mesmo investir em um setor que toma medidas em prol do desenvolvimento sustentável. Empresas que se adequaram com esse dever ficam isentos de alguns impostos, além de serem reconhecidas entre empresas do meio como responsáveis e assim sendo respeitadas.

Todavia, essa consciência ecológica e social tem também rendido muito para as empresas ativas nas questões em relação ao público. Os consumidores, cada vez mais, têm prezado por escolher produtos que sabem da sua origem sustentável ou pelo menos parte de uma empresa preocupada com esse quesito. Muitas aproveitaram esse sucesso com o público para investir no marketing levantando essas questões.

Rapidamente, o que era apenas sustentabilidade ecológica, se expandiu para questões sociais, como preconceito de etnias, homofobia, apoio a classes menos favorecidas, proteção aos animais no geral, etc. Se antes grandes empresas eram consideradas as vilãs contra o planeta em sua forma natural e genuína, hoje são apoiadoras de causas nobres que pertencem desde parcelas de pouca expressão na sociedade até questões globais.

A Wesco é uma dessas empresas que nasceram buscando inovações que contribuem para o bem-estar da sociedade, para a saúde das pessoas, a limpeza das ruas e, claro, sem deixar de lado o seu objetivo de crescer ainda mais e poder contribuir com a sociedade de forma sempre justa.

A hora de agir é agora!

Com informações: Atitudes Sustentáveis

Os comentários estão fechados.

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?