Quais os principais problemas enfrentados pelos síndicos?

Cristina Muccio Guidon e Evelyn Roberta Gasparetto são autoras do livro “Administrando Condomínios” e falam no seu livro sobre os principais problemas encontrados nos condomínios e sugerem soluções práticas para eles. Vejamos:

1. Desentendimentos entre vizinhos

Elas podem ser causadas por barulho, animais de estimação, localização de vagas na garagem, desrespeito aos horários estabelecidos pela convenção do condomínio, etc.

2. Fundo de reserva

Muitos moradores desconhecem o que é o fundo de reserva e como ele deve ser usado. A convenção do condomínio determina que este fundo deve representar um percentual do valor da taxa condominial, geralmente entre 5 e 10%, sendo recomendável mantê-lo numa conta separada da utilizada para as despesas ordinárias. A utilização desse fundo é reservada para casos emergenciais e o fundo deve ser recomposto após a sua utilização; esse assunto deve ser levado para a assembleia, para conhecimento dos condôminos.

3. Eventual omissão do Conselho Fiscal

Em virtude de uma desavença de ordem política, ou por simples esquecimento, o Conselho Fiscal pode prejudicar o síndico, não assinando as pastas, o que deixa o síndico com uma responsabilidade ainda maior que a normal e isolada.

4. Reformas e a sua aprovação

É comum os condôminos não comparecerem às assembleias, o que pode dificultar a aprovação de reformas, uma vez que, pela convenção do condomínio, elas podem necessitar de um quórum mínimo. Esta situação pode deixar o síndico de mãos atadas, sem poder dar andamento a obras necessárias e, muitas vezes urgentes.

5. Redução de custos

Esta é uma das maiores preocupações de quem mora em condomínio. Para que o condomínio tenha uma quota justa e suficiente para pagar os compromissos mensais, como salários, impostos, água, luz, materiais, etc., é necessário que o síndico, em conjunto com o Conselho Fiscal, trabalhem para reduzir os custos com fornecedores, diminuir o desperdício relacionado aos consumos de água e luz, e estejam atentos à necessidade de horas extras dos funcionários, pois essa despesa onera consideravelmente a folha de pagamentos.

6. Prestação de contas

Muitos condomínios têm problemas relacionados à apresentação das contas do condomínio. O síndico tem por obrigação prestar contas sobre sua gestão, devendo apresentar mensalmente aos moradores um demonstrativo claro e de fácil entendimento da movimentação financeira do condomínio, detalhando os recebimentos e pagamentos. Além disso, anualmente, essas contas devem ser aprovadas pelos condôminos.

7. Segurança

Ultimamente, os assaltos nos condomínios têm sido frequentes. Deve-se tomar extremo cuidado na contratação de funcionários, na verificação do pessoal de empresas terceirizadas, e, até mesmo, com a empresa de segurança, responsável pelas câmeras, portões e alarmes. Além disso, os condôminos devem combinar uma forma de demonstrar que alguém, que entrou junto com eles, não é um convidado e sim um assaltante.

8. Nenhum condômino está disposto a ser síndico

Geralmente, o síndico não é remunerado pela grande responsabilidade que tem e, portanto, ninguém quer ser síndico. Muito trabalho, muita responsabilidade e nada em troco. Muitas vezes, os possíveis síndicos não têm tempo disponível, em virtude da própria atividade profissional. Nesses casos, talvez a solução seja a contratação de um síndico profissional.

9. O síndico não está agradando

Ele(a) não está cuidando do condomínio como deveria, seja por erro, omissão, ou outro motivo. No caso de um síndico profissional, ele pode simplesmente ser demitido por justa causa. Quando o síndico for um condômino, ele deverá ser destituído pela assembleia e substituído por outro.

10. Falta de pagamento da taxa condominial

Neste caso, o síndico deve contatar o condômino que não pagou e solicitar o pagamento. Em caso de reincidência, o problema deve ser levado a um advogado, que irá tomar as medidas legais cabíveis.

Já o site Guia do Síndico Sorocaba aponta os principais problemas dos síndicos, identificados como os cinco “Cs”: cachorros, crianças, calote (veja o item 10), carro e canos.

Você gostou deste post? Você mora em condomínio? Você já foi síndico? Em sua opinião qual dos problemas mencionados você considera o mais frequente? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?