Deixe o sedentarismo de lado e cuide de sua saúde

Você passa de oito a dez horas por dia sentado no escritório, para ir e voltar do trabalho também fica sentado no banco do carro, do ônibus ou qualquer outro meio de transporte. Ao chegar em casa, senta em frente à televisão ou o computador, faz um lanche, toma um banho e vai deitar. Esse é o cenário típico da maioria dos brasileiros e que com o tempo pode prejudicar a saúde.

O estudo Global Burden of Disease Study 2010 (Carga de Saúde Global 2010), que avaliou as doenças e mortes em todo o mundo ao longo de 20 anos. O documento mostrou que, nesse período, a população mundial passou a viver mais, mas com pior saúde. Em partes, isso se deve ao fato de que, enquanto as doenças graves infecciosas estão sendo cada vez mais combatidas, cresce o número de condições crônicas. Ou seja, condições que fazem mal, causam dores e prejudicam a qualidade de vida, mas que não matam de forma imediata.

“O sedentarismo mata”, é isso que ouvimos frequentemente. Mas não mata de forma súbita, os problemas de saúde começam aos poucos, se tornam crônicos. Um terço da população mundial adulta é fisicamente inativa e o sedentarismo mata cerca de cinco milhões de pessoas anualmente, segundo estudo de especialistas publicado na revista de medicina britânica The Lancet. Os pesquisadores também comprovaram que o sedentarismo aumenta com a idade, é maior entre as mulheres e predomina em países ricos.

Se for associado com a má alimentação, como a ingestão de lanches, alimentos industrializados, enlatados e embutidos em excesso, esse quadro pode piorar. Mas, como há sempre uma luz no fim do túnel, pratique algumas atitudes simples e que podem fazer grande diferença ara sua saúde e qualidade de vida.

Primeiro, se trabalhar em um escritório, levante-se a cada 30 minutos para caminhar um pouco. Caso utilize elevadores, então prefira subir até três andares de escada e descer cinco deles, mas cuidado se estiver usando salto alto ou se tem problemas nos joelhos. Outra dica que, parece simples, mas tem excelentes resultados. Após o jantar, guarde o controle remoto para que possa andar até a televisão ao trocar de canais, assim evitará a má digestão.

Ao utilizar transporte coletivo, prefira descer um ponto ou estação antes para caminhar até o destino. Para escada rolante a regra é a mesma, escolha escadas normais para se exercitar um pouco. E quando estiver no trabalho e a atividade laboral começar, não finja que está numa ligação, ocupado demais ou simplesmente ignorar essa atividade. Participe do grupo e cuide melhor de sua saúde mesmo no ambiente profissional.

Em casa, serviços domésticos são verdadeiros exercícios: Limpar a casa (300 kcal/hora); passear com o cachorro (150 kcal); tocar bateria (110 kcal); e arrumar a cama (60 kcal/hora). E deixe o carro na garagem se for para pequenas distâncias.

Em todas as ocasiões, faça alongamento a cada hora. Ela ajuda a relaxar, melhora a concentração e ainda queima calorias. Nas horas do lanche, sempre prefira frutas a doces e salgadinhos.

*Com informações do Portal Exame e Portal UOL

Os comentários estão fechados.

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?