Cuidados para uma viagem tranquila com seu cão

O cachorro torna-se parte da família e queremos levá-lo para todos os lados, até mesmo em viagens, das mais curtas às mais longas. Se você possui um animalzinho em casa e está pensando em viajar com ele, veja nossas dicas para viajar de carro com seu cão sem maiores transtornos tanto para você quanto pra ele.

Antes de partir:

✔ Consulte um veterinário para ver o estado de saúde do cão. O animal deve estar com as vacinações básicas em dia.

✔ Recomenda-se levar na viagem um kit de primeiros socorros para o cachorro caso ele se machuque ou passe mal.

✔ Para que o cão se adapte mais rápido ao novo ambiente, leve itens com os quais ele esteja acostumado, como seus brinquedos, casinha, recipientes de água e comida.

✔ Leve ração suficiente para o período da viagem. Se possível, com uma folga, caso decida prolongar as férias.

✔ Coloque uma identificação na coleira do cachorro, com seu nome e endereço, e ande com uma foto do animal. Essas dicas podem ajudar a encontrá-lo se ele se perder.

Se a viagem for de:

Avião

✔ Os procedimentos variam entre as companhias aéreas. No geral, é preciso pagar uma taxa específica. O cão costuma ser transportado no compartimento de cargas, sem supervisão. Em alguns casos, é permitido levar cães de pequeno porte na cabine. É indicado fazer a reserva com antecedência, pois geralmente há um limite de animais a serem transportados por aeronave. Verifique o regulamento da companhia.

✔ Evite voos com escalas.

Carro

✔ Se o cachorro não está acostumado a andar de carro, faça pequenos passeios antes de submetê-lo a uma viagem de longa duração.

✔ A melhor opção para transportar cães no carro é o cinto de segurança especial para cachorros (à venda em petshops), pois proporciona maior mobilidade e conforto durante o percurso. Outra alternativa, menos indicada, é a caixa de transporte. Seu espaço interno deve permitir que o cão consiga dar um giro de 360º.

✔ Nunca viaje com o cachorro solto no carro.

✔ Não deixe o cão colocar a cabeça para fora da janela. O ventinho pode ser refrescante, mas o animal pode se machucar em caso de manobras abruptas na estrada.

✔ Recomenda-se fazer paradas a cada duas horas de viagem. Nesse intervalo, é importante que o cão se hidrate, estique as patinhas e faça suas necessidades fisiológicas. Prefira estabelecimentos com mesas externas e áreas verdes.

✔ De forma alguma deixe o animal sozinho dentro do veículo – nem mesmo na sombra. Ele pode se enrolar em algum acessório ou sufocar com o calor.

*Com informações:
Revista Época

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?