Conheça as regras para o recolhimento das fezes de pets

Uma das alegrias dos pets, sem dúvida, é passear com seu tutor, seja pelo condomínio, ruas ou parques. Mas esse momento feliz pode se tornar um problema de convívio social se esquecermos o “Acacabou”, ou seja, aqueles sacos descartáveis próprios para o recolhimento das fezes dos animais.

É impossível prever se seu amiguinho terá vontade de fazer cocô durante o passeio. Por isso, é fundamental estar atento e ter como hábito levar junto um saquinho adequado para este tipo de situação.

Surpresa desagradável

Imagine o seguinte: você está atrasado e, de repente, percebe que pisou em um cocô de cachorro na rua. A surpresa desagradável poderia ser evitada se o tutor do animal tivesse recolhido os dejetos.

Saquinhos acacabou

Nesses momentos, vale a famosa expressão: “e se fosse com você?”. É claro que a conscientização é algo que depende de inúmeros fatores, mas as boas ações individual e coletiva podem facilitar o bom relacionamento entre todos, evitando desentendimentos e até brigas entre vizinhos.

Destinação correta dos sacos descartáveis

Assim como as fezes humanas, a melhor destinação para o cocô dos animais é o próprio vaso sanitário, ou seja, a rede de esgoto. A solução ambientalmente correta passa primeiro por recolher as fezes, com um saquinho ou pedaço de jornal, levar até um sanitário e dar descarga.

Durante um passeio, caso não seja possível levar o cocô do pet até o banheiro, a recomendação é recolher, embalar os dejetos e deixar a sacolinha bem fechada em uma lixeira da coleta de lixo orgânico, que seguirá depois em um caminhão até um aterro sanitário. 

Nem pense na possibilidade de deixar no pé de uma árvore ou no cantinho de um poste!

 E os gatos?

As fezes de cães ou gatos devem ter o mesmo destino, ou seja, a rede de esgoto. Mas isso não vale para a areia ou o tapetinho higiênico: nada de mandar pela descarga esses materiais!

Apesar do estilo mais independente, os gatos também precisam dessa atenção do tutor quanto ao cocô, que deve ter a destinação certa. 

Doenças

Além de ser algo desagradável, deixar as fezes de cachorro na rua pode oferecer riscos tanto para a saúde humana quanto a de outros animais. 

Em gramados e calçadas, os dejetos podem gerar mau cheiro, levar a formação de ovos de parasitas e ainda transmitir doenças.

Para adultos e crianças, o contato com o cocô de cachorro, especialmente aqueles que moram na rua, sem acompanhamento veterinário, pode acarretar verminoses e outras doenças. 

Solução? Os Sacos descartáveis Acacabou!

Muitos gestores de condomínios residenciais e parques municipais estão antenados nesta situação e disponibilizam dispensers com os saquinhos para os tutores que passeiam com seus animaizinhos de estimação.

O Acacabou® é um dispenser de saquinhos Oxi-Biodegradáveis da Wesco, que possibilita a retirada das fezes de seu pet sem agredir o meio ambiente.

A Wesco proporciona mais conforto aos ambientes e melhora a experiência dos clientes. Com uma variedade de produtos como dispensers automáticos, bloqueadores de odores, produtos para higiene bucal e multiúso.

Confira esses e outros produtos no site da Wesco.

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?