Como estimular a mente de um cão

Os cães são animais conhecidos desde que eles e os seres humanos existem, como sendo “o melhor amigo do homem”, em comparação com os outros animais.

Os cães normalmente são dóceis (uns mais que outros) e, além de serem ótimos animais de estimação, podem ser extremamente úteis, sendo treinados como guias para cegos, para ajudar surdos, como cães de guarda, para detectar drogas e/ou explosivos, por exemplo, em aeroportos, e assim por diante.

Eu vejo sempre na TV alguns programas feitos sobre animais em geral, mas que destacam também os cães. Entre esses programas, um que me agrada muito é o de um mexicano radicado nos Estados Unidos chamado Cesar Millan, conhecido como o “Encantador de Cães”.

Ele sugere que, além de adestrar o seu cão, você pode desenvolvê-lo melhor se ensinar a ele alguns truques, para estimular a inteligência dele.

Eu posso confirmar que essa sugestão, além de útil, torna o seu relacionamento com o seu cão muito especial; eu tive cães (que, na realidade eram dos meus filhos), na maior parte da minha vida e às vezes, eu cheguei a pensar que eles não falavam simplesmente porque não tinham cordas vocais. Um deles (uma cadela, na realidade, da raça labrador) “falava” comigo pelo olhar e por meio de alguns simples comportamentos.

Veja, a seguir, alguns truques que você pode ensinar ao seu cão e que irão tornar a sua convivência com ele ainda melhor.

Esconder a comida preferida dele: Não faça isto sempre, mas com alguma frequência. Como sabemos, o olfato é o sentido mais desenvolvido dos cães. Ensine-o a brincar de encontrar o alimento preferido, escondendo-o em algum lugar um pouco difícil de achar e deixando-o sentir o cheiro do que está escondido. Faça uma espécie de percurso de obstáculos (com caixas ou outras embalagens usadas), até que ele chegue à comida. Esta brincadeira treina o cão a resolver problemas.

Faça o cão seguir um cheiro: Amarre um pedaço de barbante no fim de uma varinha e, na extremidade livre do barbante, amarre uma bola ou um animal de pelúcia, por exemplo. Esfregue algo que cheire na bola ou no animal de pelúcia. Mova o conjunto lentamente na frente do cão. Não mova o conjunto depressa demais. Isto além de ser uma brincadeira divertida estimula o instinto do animal de uma forma disciplinada e o ensina a manter a atenção focada no conjunto varinha-barbante-bola (ou animal de pelúcia).

cão

Cabo de guerra: Os cães adoram brincar de cabo de guerra com você. A grande maioria dos donos de cães já brincou com o animal desta forma. Todavia, para fazer isto com segurança, você precisa ter sempre o controle do instinto predador do animal.

Esconde-esconde: Inicialmente, ensine-o a obedecer ao comando “quieto”, ou “parado”, ou “fique”, a palavra que você escolher. Depois disto, dê o mencionado comando e vá se esconder. Apenas quando você estiver escondido, chame-o e deixe que ele o procure até encontra-lo. Comece se escondendo em lugares mais fáceis de achar e, gradativamente, aumente o grau de dificuldade. Sempre que o cão o encontrar, dê a ele uma pequena recompensa (uma pequena bolacha, por exemplo). Elas podem ser encontradas nas “pet-shops”.

Você gostou deste post? Você tem ou já teve um cão? Você gosta de cães? Você gosta de treinar e de estimular a inteligência destes animais? Como você faz isto? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
Cesar's Way

Imagens de Domínio Público:
Pixabay.com

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?