Câncer em cães: tipos mais comuns e tratamento

Saiba quais são os tipos mais comuns de câncer em cães e veja como é feito o tratamento

Na última atualização desta seção, nós falamos sobre os benefícios que a castração traz aos nossos melhores amigos, os cães. Dentre os benefícios está a prevenção dos tipos de câncer que pode atingir o sistema reprodutor do cão. E é sobre este tema que iremos falar hoje, sobre câncer em cães.

Você sabia que até pouco tempo atrás (relativamente), não era sabido que os animais podiam ter as mesmas doenças que nós, humanos? Com o passar do tempo, foi-se descobrindo que os animais, principalmente os domésticos, podem sim sofrer com um grande número de doenças que antes só os humanos tinham.

E imagine, se em alguns casos era difícil diagnosticar e tratar algumas de nossas doenças, era pior com os animais. E até alguns anos atrás, doenças como o câncer tinham um tratamento difícil, e que em alguns casos se indicava realizar a eutanásia.

Hoje, a realidade é outra, e a eutanásia só é indicada em casos de extrema necessidade, onde realmente não há nada mais que possa ser feito. Confira a abaixo maiores informações sobre o câncer em cães.

Quais os tipos mais comuns de câncer em cães?

O tipo de câncer que mais atinge os cães, independente do sexo do cachorro, é o câncer de mama. Outros tipos de câncer que também são muito comuns: câncer de pele e câncer testicular.

Cânceres internos, que são ainda mais difíceis de diagnosticar, também são comuns, dentre eles estão os cânceres que atingem o sistema reprodutor do animal (caso não seja castrado), e câncer de pulmão, fígado e de baço.

Causas, prevenção e tratamento

Assim como acontece com nós, não existe uma prevenção propriamente dita para os cães, porém, é sabido que a castração ajuda a evitar o aparecimento da doença no sistema reprodutor.

O que se sabe é que a doença atinge cães que são geneticamente predispostos à doença, e que há raças de cães que facilitam o aparecimento de um determinado tipo de câncer. Além disso, assim como nós, a idade é um fator que favorece o aparecimento da doença.

No caso de cães com pelagem clara e/ou com pouca pelagem, onde o câncer de pele é mais frequente, o doo do cão pode comprar um protetor solar próprio para o cão, porém eles ainda são caros. A utilização do protetor solar humano nas áreas desprotegidas pelo pelo (barriga, e focinho) pode ser feita, mas o ideal é consultar um veterinário antes.

O diagnóstico de um câncer não costuma ser fácil, por isso manter as visitas do seu cão em dia com o veterinário é essencial, ainda mais se o seu amigo tiver mais de 8 anos de idade.

Além da visita periódica ao veterinário, há um exame simples de toque que você pode fazer em casa: com delicadeza, num momento de relaxamento do seu cão, apalpe a barriguinha dele, dando um foco nas mamas. Procure por nódulos, eles podem ser tão pequenos como um grão de arroz, como também podem ser bem grandes. E se você encontrar algo, não entre em pânico! Certifique-se de agendar uma visita com o veterinário o mais rápido possível, para que ele possa realizar mais exames e assim determinar a gravidade do caso, que às vezes pode ser um tumor benigno.

Mas caso haja um tumor e caso ele seja maligno, saiba que o tratamento para câncer em cães está bem avançado. O seu veterinário fará mais exames para saber exatamente com que ele está lidando, e assim determinar um tratamento.

Geralmente o tratamento consiste em três etapas: um tratamento terapêutico, um tratamento curativo e um tratamento paliativo. Sendo que parte do tratamento curativo consiste em uma cirurgia para a remoção do tumor, e dependendo do caso, o seu cão pode vir a realizar algumas sessões de quimioterapia, além de tomar algum medicamento. O tratamento paliativo consiste em medicamento que aliviam sintomas remanescentes do tumor, como por exemplo, inflamação e dor.

O tratamento de câncer em cães (e em gatos, diga-se!) costuma ser realizado desta forma porque o intuito maior é trazer e melhor a qualidade de vida para o cão. Isto porque o organismo dos cães não aguenta as altas e fortes doses que o organismo humano consegue aguentar, então o tratamento ao câncer em cães costuma ser menos agressivo.

Para que o seu melhor amigo tenha a melhor qualidade de vida possível, mantenha a saúde dele sempre em dia, leve-o periodicamente ao veterinário e fique de olho em toda e qualquer alteração de comportamento dele.

Wesco apresenta o Acacabou

Para evitar que seu cão traga para a sua casa uma série de bactérias e sujidades, a Wesco traz o Acacabou para Cachorros. Se trata de um dispenser de saquinhos Oxi-Biodegradáveis, é uma inovação para aquelas horas de passeio com o melhor amigo e ele precisa fazer as necessidades. Confira mais informações aqui.

Com informações de: Idmed Pet; EBC Agência Brasil; G1.

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?