5 novas tecnologias para condomínios residenciais

5 novas tecnologias para condomínios residenciais

Nos dias atuais, as preocupações de quem procura um apartamento residencial, ou uma casa dentro de um condomínio, ou mesmo uma sala comercial para a sua empresa são cada vez maiores e voltadas para temas como privacidade, segurança e sustentabilidade.

Vamos examinar algumas destas características resumidamente, relacionadas a novas tecnologias para condomínios residenciais:

1. Redes sociais fechadas

Hoje já existe a possibilidade da instalação de redes fechadas que, em condomínios podem propiciar uma comunicação mais fácil e rápida entre os condôminos, entre os condôminos e o síndico, e até ser usada para passar mensagens a funcionários do condomínio. Por outro lado, essas redes permitem também enviar mensagens limitadas a alguns membros da rede. Em princípio, poderia até possibilitar, no futuro, que as reuniões de condomínio possam ser feitas online.

2. Identificação pessoal através da biometria

Por exemplo, já existem elevadores que fazem a identificação de uma pessoa através das impressões digitais (como fazem atualmente alguns bancos) ou da imagem facial; esses elevadores então param somente no seu andar e você não é forçado a compartilhar o uso (naquele momento) com outra pessoa. Fechaduras eletrônicas com senhas são outras das novidades cada vez mais usadas. Outras possibilidades de identificação através da biometria incluem a identificação da voz, da íris, da palma das mãos e da retina.

3. Monitoramento remoto

Esta não é propriamente uma nova tecnologia, mas, o seu uso em condomínios podem ser ampliado e incluir, entre outras coisas, câmeras que podem vigiar porteiros 24 horas por dia (inclusive para evitar um eventual cochilo à noite). Além disso, esse monitoramento remoto pode ser feito no seu próprio apartamento, por exemplo, quando você estiver viajando em férias com a família. Como curiosidade, eu tenho um amigo que vive em São Paulo, tem propriedades no nordeste e no litoral. Sempre que ele viaja, monitora todas essas propriedades pelo smartphone, além de manter contato frequente com vizinhos e/ou familiares.

4. Sustentabilidade

Nestes dias de escassez de água e da necessidade de economia de energia elétrica, são cada vez mais importantes sistemas de reaproveitamento e de captação de água (inclusive captação de água das chuvas) e sistemas alternativos de geração de energia elétrica, como a solar e a eólica.

5. Gestão financeira transparente e compartilhada

Já existem softwares que permitem uma gestão financeira de condomínios feita eletronicamente, de modo a possibilitar o acesso de todos os condôminos a todos os dados, o que resulta numa transparência total da gestão, principalmente das despesas e dos serviços contratados de terceiros. Isto também resulta em economia de papel e possibilita que os condôminos possam consultar a situação financeira do condomínio a qualquer momento e online.

Você gostou deste post? Você está pensando em comprar um imóvel? Você gostaria de instalar alguns dos mencionados sistemas em sua residência e/ou escritório? Além dos pontos mencionados, você tem alguma sugestão que gostaria de compartilhar conosco? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
Imóveis & Tecnologia
Collina Imoveis
O Globo

O Popular
Veja SP

× Como posso te ajudar?