Previna acidentes com atitudes simples em seu empreendimento

Previna acidentes com atitudes simples em seu empreendimento

Ao olhar de fora, parece que está tudo bem, mas quando você entra em uma cozinha de um restaurante, muitas vezes uma faísca basta para começar um perigoso incêndio. São detalhes quase imperceptíveis, mas que comprometem a segurança de todos no ambiente.

Chamas, óleo quente, equipamentos a gás e elétricos são apenas alguns itens que compõem uma cozinha e que, se não forem utilizados da maneira correta, podem provocar acidentes graves e até fatais. Não raramente é noticiado algum tipo de incêndio que se inicia na cozinha de bares, restaurantes e lanchonetes. Em muitos casos, o risco poderia facilmente ser eliminado com atitudes simples.

De acordo com estudos, em todas as regiões do país, apontou que instalações incorretas de gás, rede elétrica e a má utilização de equipamentos estão entre as principais causas de incêndios e explosões. Outra constatação é de que boa parte dos estabelecimentos não está dentro dos padrões e normas gerais de segurança contra incêndio.

Acompanhe as dicas abaixo e veja como atitudes simples podem contribuir para a segurança e conforto de seu empreendimento:

✔ Para acender o fogão, muitas cozinhas utilizam palitos embebidos em álcool. No entanto, esse é um dos maiores causadores de incêndios e queimaduras. A sugestão é ligar os fogões com acendedores específicos e seguros;

✔ Antes de efetuar qualquer operação de limpeza ou manutenção, retire o cabo de alimentação da tomada ou desligue o disjuntor;

✔ Não utilize cera ou produtos de limpeza com silicone ou materiais inflamáveis, tais como álcool, querosene, gasolina e thinner. É recomendável a utilização de sabão, removedores de gordura ou detergentes, e secar imediatamente após a limpeza;

✔ Faça a limpeza periódica dos filtros dos exaustores para eliminar as partículas de gordura retidas nos vapores de cozimento;

✔ Cuidado com as fritadeiras. O óleo quente constitui um risco considerável para os trabalhadores que usam fritadeiras, com a possibilidade de o empregado sofrer queimaduras graves se o óleo ou a gordura não arrefecer antes do manuseio.

Com informações:
Gestão de Restaurantes

Os comentários estão fechados.