Os perigos da poluição atmosférica para nossa saúde

Em estudo recente, descobriu-se que a poluição é mais prejudicial do que imaginávamos

Um estudo divulgado em junho de 2016 revelou que a poluição atmosférica é mais prejudicial à nossa saúde do que pensávamos. Foi constatado neste estudo que a poluição atmosférica é um dos principais fatores de risco causadores de AVC (acidente vascular cerebral). O estudo foi publicado em uma revista científica britânica, The Lancelot.

O estudo foi realizado em mais de 185 países e juntou dados de 1990 até 2013, focando nos números de dias perdidos por uma morte prematura e nos anos de vida produtivos perdidos por causa de alguma incapacidade.

E com isso, o estudo concluiu que, a poluição atmosférica em países de baixa e média renda, que utilizam combustíveis sólidos (como a lenha e o serrado, por exemplo) em seus dia-a-dias, pode ter resultado em mais de 33% dos casos de AVC.

Os pesquisadores compararam a poluição atmosférica com outros fatores de risco (tabagismo, sedentarismo, obesidade, etc.), e notaram que esses fatores de risco comportamentais ainda são a imensa maioria das causas do AVC (cerca de 90%), porém, também notaram que nos últimos 20 anos, a função atribuída à poluição atmosférica aumentou de forma preocupante.

Os principais fatores de risco do AVC são: tabagismo, sedentarismo, obesidade, hipertensão, má alimentação (baixa ingestão de frutas e vegetais, e alta ingestão de açúcar e de sal). Agora, com esse estudo, é possível comprovar que esses fatores de risco aliados à má qualidade do ar potencializa os prejuízos à nossa saúde.

De acordo com a Dr. Elnara Negri, pneumologista do Hospital Sírio-Libanês, a poluição atmosférica absorvida diariamente por uma pessoa não fumante pode causar tantos danos quanto se ela fumasse dez cigarros por dia.

O caminho da poluição no nosso corpo

As partículas mais finas da poluição ficam pairando no ar, e assim que aspiramos esse ar poluído, essas partículas são facilmente aderidas ao nosso nariz e à nossa traqueia. Apenas isso já pode ser o suficiente para causar asma, rinite e bronquite.

Por serem bem fininhas, essas partículas conseguem chegar até os nossos pulmões, onde conseguem passar para a nossa corrente sanguínea. Dessa forma, todos os nossos órgãos são afetados pela poluição. E se a mulher estiver grávida, a poluição pode causar uma série de problemas na gravidez e no bebe.

Quando essas partículas atingem a nossa corrente sanguínea, elas podem acabar ajudando a causar mais inflamações em nosso corpo, inflamando a proteção que temos nos nossos vasos sanguíneos, chamado de endotélio.

Em uma pessoa que possui diversos fatores de risco, a poluição atmosférica pode intensificar – e até mesmo ser – a causa da morte, pois essa inflamação no endotélio pode causar um infarto, ou um AVC.

Dicas para amenizar os efeitos da poluição

  • Instale purificadores de ar nos ambientes em que você passa mais tempo, incluindo o carro.
  • Se você pratica atividades físicas ao ar livre, tente realiza-las durante a manhã ou à noite, onde os níveis de poluição atmosférica são menores. Ou se o horário não permite, vá a uma academia.
  • Evite rotas muito movimentadas, o nível de poluição tende a ser menor onde não há tanto movimento de automóveis.
  • Melhore a sua alimentação ao ingerir mais alimentos ricos em vitamina A, C, E, betacarotenos e de selênio. Um organismo saudável se previne melhor de doenças.

Na dúvida, consulte um médico e peça para investigar as causas de seu desconforto, sintomas e/ou sinais.

Reforce na prevenção

Reforce também na prevenção! A Wesco possui uma ampla gama de produtos que visam garantir o bem-estar de seus funcionários e de seus clientes. De dispensers para álcool gel à aromatizadores de ambiente, a Wesco possui um produto ideal para você e sua empresa, garantindo assim que todos possam desfrutar suas vidas com mais saúde e facilidades. Conheça nossa linha de produtos aqui.

Com informações de: Hospital Sírio-libanês, UOL.

Falar com um Consultor
× Como posso te ajudar?