Por que os cachorros se esfregam no chão? | Wesco

Por que os cachorros se esfregam no chão?

Certamente a seguinte a cena já aconteceu com você alguma vez:

Você pega o seu cachorro e planeja uma viagem para a praia com ele. Afinal, nada melhor que viajar ao lado daqueles que gostamos. Chegando na praia, depois de estarem devidamente instalados na casa ou no hotel, chegou a vez de sair para passear e se divertir. Esse momento é mais aguardado por seu cão do que por você, afinal, é um lugar novo repleto de novos cheiros e de novos lugares para se fazer xixi e marcar território.

Mas em algum momento do passeio, o seu cachorro encontrou um lugarzinho especial. Ele cheirou esse lugar bastante, deu várias voltas e até mesmo tentou mexer nesse lugar com suas patas. Depois de alguns momentos, ele se joga no chão e começa a esfregar a cabeça nesse lugar. Feliz da vida. Não satisfeito, ele começa a esfregar o corpo inteiro, com as quatro patas para o alto.

Você chama a sua atenção e ele te olha. Em seguida, continua a se esfregar. Ele só sai quando se sente satisfeito (ou quando você puxa a coleira). E você, curioso para ver o que tinha de especial naquele lugar, se depara com: nada de especial (ao menos a olho nu); um cocô de outro animal; ou um bicho morto. Reconheceu a cena toda? Se no seu caso, o que você encontrou foi o cocô ou a carcaça de um bicho morto, certamente ficou bem insatisfeito com cheiro que o seu cachorro “adquiriu”, e possivelmente você brigou com ele, não é mesmo? E eu aposto que essa cena aconteceu mais de uma vez.

Pois bem, já vou avisando: não adianta brigar com seu cachorro e não adianta tentar evitar que ele faça isso. Todo o ato de seu cachorro se esfregar nas fezes de outro animal ou na carcaça de um animal morto faz parte do instinto de seu cachorro.

Os cientistas acreditam que esse comportamento continua acontecendo pelo fato de que os cachorros de hoje em dia são descendentes de lobos e de cachorros selvagens, e antes de eles serem introduzidos no convívio com humanos, esse comportamento servia para mascarar o seu cheiro. Dessa forma, as presas desses lobos e cachorros não percebiam a presença do perigo e também servia para não chamar a atenção de outros lobos e cães na hora de dividir a caça.

Acredita-se também que esse comportamento tenha uma conotação social, que aquele que tinha cheiro de carniça ganhava mais status e prestígio em sua alcateia ou matilha, isso porque quem disfarçava seu cheiro natural conseguia caçar mais.

Portanto, por mais que você eduque, limpe e brigue com seu cachorro, saiba que o instinto será mais forte e que ele rolará com certa felicidade em cocô de outros animais e em carniças de animais mortos.

Mas nem tudo é ruim, caso você tenha visto seu cachorro fazendo isso onde não havia nenhuma nojeira, apenas grama, saiba que cachorros adoram grama. Eles acham a grama alta convidativa ao toque, e adoram o cheiro e o gosto de grama. E também ajuda no instinto de esconder seu cheiro natural.

Wesco apresenta o Acacabou

A Wesco traz uma forma de evitar que o seu cão se esfregue nas fezes de outros animais. O Acacabou para Cachorros, é um dispenser de saquinhos Oxi-Biodegradáveis, é uma inovação para aquelas horas de passeio com o melhor amigo e ele precisa fazer as necessidades. Confira mais informações aqui.

Com informações: Diário de Biologia; Meu Pet Cão.