Dicas para quem tem cães em apartamentos | Wesco

Dicas para quem tem cães em apartamentos

Em 2013 o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou uma pesquisa revelando que, no Brasil, há cerca de 52 milhões de cães. De lá para cá, esse número provavelmente já cresceu, aumentando as chances de se encontrar vários cães em apartamentos.

E um cão em apartamento é uma responsabilidade ainda maior do que um cão que mora em casa. Há uma necessidade maior de passeios, um maior cuidado com a higiene do cão, e até mesmo alguma adestração.

No post de hoje, confira algumas dicas para você que tem cães em apartamentos.

  • Saquinhos para recolher a sujeira: Durante o passeio de seu cão, principalmente se for dentro de seu condomínio, leve consigo saquinhos para recolher a sujeira de seu cão. Dessa forma você evita desavenças com vizinhos e mantém a ordem em seu condomínio. A Wesco possui um dispenser exclusivo e biodegradável para isso, conheça!
  • Sempre na coleira: Em condomínios e lugares muito movimentados, o ideal é que seu cão permaneça na coleira durante todos os momentos fora de seu apartamento. Por mais que seu cão possa ser manso e amigável, mantendo-o na coleira você evita possíveis acidentes.
  • Use uma guia curta: E o ideal é que você use uma guia curta quando passeia com ele no condomínio ou em lugares movimentados, principalmente quando houver crianças e outros cachorros.
  • Evite que seu cão se aproxime de outras pessoas: Nem todo mundo gosta de cães, e ainda há quem seja mal-intencionado, então o ideal é evitar que o seu cão fique no caminho de outras pessoas. Quando houver interação, é sugerido que o cão aprenda a permanecer sentado enquanto ele é agradado.
  • Ensine-o a não latir: Um dos problemas de ser ter cães em apartamentos é o barulho que eles fazem, ao latir para qualquer coisa. Quando se mora em casa, o problema não é tão incomodativo, mas em apartamentos isso pode causar muita dor de cabeça. Para evitar esse stress, ensine ao seu cão a não latir, ou então, ensine a ele os momentos certos para latir.
  • Ao cruzar com outros cachorros: Mais um motivo para você manter seu cão sempre na coleira e com uma guia mais curta. Você pode não ser o único em seu condomínio a ter cachorro, e é possível que você cruze por esse outro cão em diversos momentos. Para evitar problemas com esse outro cão (e vizinho), tente manter o controle da situação.
  • No elevador: Ao esperar o elevador com seu cão, não fique muito próximo da porta. Certifique-se que quem está saindo (ou saindo) de dentro do elevador tenha espaço o suficiente para sair sem problemas com o seu cão. Dentro do elevador, ande com seu cão de coleira e guia curta, para que ele não incomode os outros. Ao sair do elevador, se possível, espere todos saírem antes de vocês.

É importante dizer que, se você habituar ao seu cão esse tipo de comportamento e se você ensinar ele corretamente, o seu cão terá isso como um comportamento normal e incorporará em sua vida.

Wesco apresenta o Acacabou

Para evitar que seu cão traga para a sua casa uma série de bactérias e sujidades, a Wesco traz o Acacabou para Cachorros. Se trata de um dispenser de saquinhos Oxi-Biodegradáveis, é uma inovação para aquelas horas de passeio com o melhor amigo e ele precisa fazer as necessidades. Confira mais informações aqui.

Com informações de: Portal do Condomínio; G1.