Cuidados para prevenção da conjuntivite nas organizações

Cuidados para prevenção da conjuntivite nas organizações

Quem já sofreu com conjuntivite jamais esquecerá os incômodos causados pela doença, principalmente a terrível sensação de estar com areia nos olhos, o que causa muita irritação e secreção. É preciso estar atento aos sintomas já que, apesar de ser uma doença muito comum em períodos mais secos, ela pode atacar em todo os períodos do ano.

A conjuntivite é uma doença caracterizada pela inflamação da conjuntiva, uma membrana transparente que recobre o globo ocular e a parte interna das pálpebras. Entre as possíveis causas da doença estão as alergias e as infecções por vírus ou bactérias.

Quando causada através de infecções a doença é altamente contagiosa, e sem os devidos cuidados pode se transformar em uma epidemia. O contágio ocorre através do contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados.

O risco de contaminação infecciosa ocorre com mais facilidade em ambientes fechados, como escritórios, nas escolas e universidades ou mesmo no transporte coletivo. Os sintomas podem se estender por uma semana, ou mesmo persistir por 15 dias, afetando um olho e logo depois o outro.

Mas atenção, apesar dos sintomas característicos, é preciso buscar ajuda profissional, pois a doença pode esconder outros problemas oculares, como alerta o oftalmologista Edilberto Olivalves em entrevista ao Portal Drauzio Varella.

“É preciso estar atento, pois a conjuntivite, às vezes, mascara um problema mais sério (uveíte, esclerite ou outra doença ocular). Por isso, é extremamente importante determinar as características do olho vermelho e suas possíveis causas para estabelecer o diagnóstico”.

Conjuntivite alérgica  

A conjuntiva inflama quando há uma reação do próprio organismo a agentes como poeira, poluentes ou pólen. Ela pode durar mais de duas semanas e não é transmissível.

Pessoas  que fazem uso de lente de contato sem a higiene adequada estão mais sujeitos a esse tipo de conjuntivite. Durante a doença, nota-se secreção clara, consistente e em pouca quantidade.

Conjuntivite viral

É transmitida com muita facilidade, sendo o tipo mais comum. Dura cerca de sete dias e melhora espontaneamente. Nesse período, além dos olhos vermelhos, as pálpebras incham e a visão perde a nitidez.O vírus pode infectar apenas um olho ou os dois e diminuir a capacidade visual.

Além disso, devido ao processo inflamatório, pode ocorrer a formação de uma pseudomembrana (membrana esbranquiçada) por dentro da pálpebra. Se não for tratada, há risco de formação de queloide (tecido de cicatrização) que pode manter o quadro de conjuntivite por muito tempo.

Conjuntivite bacteriana

A incidência é bem menor que a da viral, e geralmente acomete os dois olhos por menos que três semanas. O paciente apresenta sintomas como secreção ocular purulenta de cor esverdeada ou amarelada, além de intensa vermelhidão no olho contaminado. Na maioria dos casos, os sintomas não comprometem a  capacidade da visão.

Sintomas

  • Olhos vermelhos e lacrimejantes;
  • Pálpebras inchadas;
  • Sensação de areia ou de ciscos nos olhos;
  • Secreção;
  • Coceira.

Como evitar o contágio

Pessoas com sintomas de vermelhidão ocular e lacrimejamento devem manter a higiene das mãos para evitar a transmissão da doença. Não se deve compartilhar toalhas, evite apertos de mão, abraços e beijos enquanto estiverem com o quadro.

Também é recomendado evitar colocar as mãos nos olhos. Se for necessário, lavar as mãos antes e evitar contato direto com pessoas com olhos vermelhos que possam estar infectadas.

Tome muito cuidado com as maquiagens. Não use produtos de outras pessoas e  não empreste as suas. Para evitar agentes como ácaros e fungos que podem desencadear as infecções mantenha as roupas pessoais e de cama limpas.

Tratamento

Ao perceber os sinais da conjuntivite é preciso buscar imediatamente um oftalmologista que irá realizar os exames, e se confirmado dará início ao tratamento adequado ao tipo de conjuntivite enfrentado.

A maioria dos quadros de conjuntivite melhoram em pouco tempo e não deixa sequelas. Para amenizar o desconforto, em alguns casos, o médico indica um colírio de lágrima artificial e compressas frias de água filtrada ou soro fisiológico.

Não faça uso de automedicações  para não agravar a saúde ocular.  O uso indiscriminado de colírios sem prescrição médica podem causar prejuízos em longo prazo.

Produtos Wesco

Locais com grandes aglomerações, como praias, piscinas, shoppings, escolas e transportes coletivos oferecem maior risco de transmissão, pois o vírus consegue circular com maior facilidade de uma pessoa para outra. Como é uma doença muito contagiosa, é comum vermos surtos de conjuntivite.

Entre o final de fevereiro e abril de 2018 os estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul registraram um total de 184.840 casos. A cidade de São Paulo foi um dos locais que registraram grande aumento de casos, acima da normalidade. Até maio, foram 220 surtos e 863 casos.

Para evitar a contaminação no ambiente de trabalho gestores devem oferecer o máximo de segurança e conforto quando se trata da higiene e bem estar dos funcionários da empresa. É por isso que a linha de produtos Wesco é ideal para qualquer empreendimento.

Dispenser Espuma Sensor

O dispenser Tork Foam Skincare de Elevation Design se encaixa em todos os banheiros e pode ser usado com um sabonete de excelente qualidade Tork em garrafas seladas. É fácil de usar e oferece boa higiene das mãos para todos os usuários. O dispenser Elevation tem um design funcional e moderno.

  • Fácil de usar.
  • Limpeza sem esforço e reabastecimento intuitivo que economizam tempo.

Dispenser Álcool em Gel Sensor

Álcool Purell elimina 99,9% dos vírus e bactérias.

Álcool Purell elimina 99,9% dos vírus e bactérias.

O dispenser para álcool em gel Purell com sensor permite que cada acionamento disponibilize apenas 1ml do produto, gerando uma maior autonomia e  economia de produto. Vale lembrar que o uso do álcool gel não substitui a tradicional lavagem das mãos com água e sabão, mas é um indispensável complemento para a total higienização.

  • Elimina 99,9% dos vírus e bactérias;
  • Dispositivo com sensor, mais higiênico e econômico;
  • Não agride a pele;
  • Prevenção e zelo a seus clientes e colaboradores.

Tork Dispenser de Toalha Interfolhada

A linha Tork Elevation é uma gama de dispensers com um design elegante e funcional. Possui uma aparência moderna e se encaixa em praticamente qualquer toalete. O sistema de toalha interfolhada TORK é o mais econômico do mundo, gerando redução comprovada de aproximadamente 30% no consumo de papel.

Conheça a Wesco e descubra o produto ideal para a sua empresa fortalecer o ambiente de trabalho e a relação com o cliente. Clique aqui!

---

Referências: Drauzio Varella, Hospital dos Olhos