Como convencer funcionários céticos a adotar novas tecnologias

Como convencer funcionários céticos a adotar novas tecnologias

Adotar novas tecnologias, como novas ferramentas de trabalho, geralmente aumentam a produtividade, as vendas e o ajudam a tomar melhores decisões mais rapidamente. Todavia, as empresas são constituídas por pessoas e conseguir que todos os funcionários aceitem e recebam bem essas novidades pode representar um grande desafio.

Então o que pode você fazer para melhorar a rápida aceitação? Dar incentivos e oferecer recompensas? Penalizar os que não aceitarem? O que dizem os especialistas neste assunto?

Por exemplo, a tecnologia digital veio para ficar e ninguém vai conseguir sobreviver sem ela no longo prazo. Todavia, para alguns especialistas, a transformação é lenta demais, principalmente por uma falta de urgência e por má comunicação sobre os benefícios estratégicos que podem ser obtidos. Segundo eles, os funcionários precisam entender por que a nova tecnologia é uma alternativa melhor que o que havia antes. Eles dizem que o trabalho dos gerentes é ajudar os funcionários a atravessar a ponte e ficarem à vontade diante da nova tecnologia.

Eles também dizem que os líderes precisam saber lidar com as pessoas que são avessas às mudanças em geral, isto é, que ficam empacadas diante de qualquer novidade. Sempre há os que têm a sua rotina e não querem mudanças. Veja, a seguir, algumas ideias sobre o que fazer diante desses funcionários.

1. Escolher sabiamente as novas tecnologias

Ao adotar uma novidade, escolha sabiamente, isto é, veja bem quais são as alternativas disponíveis e procure selecionar uma que seja a mais funcional, intuitiva e que não requeira exaustivo treinamento. Antes de tomar a decisão final, teste as opções existentes com grupos de funcionários e ouça o que eles dizem.

2. Apresente claramente o caso aos funcionários

Persuadir os funcionários a adotar rapidamente uma mudança requer demonstrar com clareza o que é a nova tecnologia e quais resultados ela irá produzir, não só para a empresa, como também para os funcionários (coisas como facilitar o contato deles com os clientes, ajuda-los a cobrir quotas de vendas mais facilmente, diminuir a necessidade de trabalhar horas extras, mais dinheiro para eles, através de melhores salários e prêmios). Em última análise, a vida deles vai melhorar.

3. Personalize o treinamento

Nem todos aprendem da mesma forma e com a mesma velocidade. Portanto, trate-os como indivíduos e treine-os de maneira individualizada. Pergunte aos seus funcionários que tipo de treinamento eles preferem. Alguns podem preferir um treinamento online, enquanto outros podem necessitar de uma atenção pessoal de um treinador. Durante a fase de treinamento, mostre claramente como você está sendo treinado, ou seja, lidere pelo exemplo.

4. Identifique influenciadores

Procure aqueles indivíduos que aprendem mais rapidamente e transforme-os em eventuais treinadores para ajudar os que aprendem mais devagar. Constitua um grupo de “evangelistas”, que se dão bem com todos e que sejam bons comunicadores e saibam trabalhar em grupo.

5. Transforme a nova tecnologia numa rotina

Deixe claro para todos os funcionários que, uma vez tomada a decisão de atravessar a ponte, não haverá mais volta. Todos terão que atravessa-la mais depressa ou um pouco mais devagar. Elabore um cronograma razoável de implantação e acompanhe frequentemente o progresso.

6. Destaque os bons resultados

Divulgue para todos o que está acontecendo à medida que ocorra a implantação. Demonstre com dados objetivos os melhores resultados obtidos pela empresa e por indivíduos, à medida que eles forem acontecendo.

7. Recompense as boas conquistas

Alguém já disse que “é melhor recompensar os bons comportamentos que penalizar os maus”. Crie um ambiente divertido sobre a mudança para engajar todos os funcionários. As recompensas podem ser materiais, como prêmios em dinheiro, ou viagens de férias, mas também pode ser o reconhecimento público.

8. Penalidades

Algumas penalidades podem ser eficazes, porém elas devem ser reservadas para casos extremos.

Em resumo, o que você deve fazer:

  • Conquiste corações e mentes, enfatizando como a nova tecnologia irá beneficiar todos na empresa.
  • Encoraje a adoção através de recompensas que sejam importantes para os funcionários.
  • Transforme a nova tecnologia em rotina diária o mais rapidamente possível.

O que você não deve fazer:

  • Escolher uma tecnologia mais complicada que o necessário.
  • Desprezar a importância de selecionar rapidamente alguns influenciadores.
  • Começar a punir funcionários céticos antes de tomar outras medidas. As punições devem ser o último recurso.

Você gostou deste post? Você é daqueles que gosta de mudanças? Ou você não gosta de mudar as suas rotinas? Se você souber de algum caso e quiser compartilha-lo conosco, poderemos eventualmente cita-lo num próximo artigo. Por favor, deixe os seus comentários nos espaço a seguir.

Com informações:
Harvard Business Review