Atenção: brigas no ambiente de trabalho afetam produtividade geral

Atenção: brigas no ambiente de trabalho afetam produtividade geral

Veja dicas para manter o local de trabalho saudável e evitar brigas

As eleições estão chegando e, aos poucos, os ânimos vão ficando exaltados. Não é novidade para ninguém que os últimos acontecimentos políticos inflaram debates e brigas pelo Brasil, atrapalhando amizades e até criando inimizades no trabalho. Nosso blog traz dados que provam que esse tipo de estresse é capaz de afetar toda uma equipe.

Um estudo da Associação Americana de Psicologia, dos EUA, analisou as mudanças nas relações profissionais dos americanos em 2016 — ano das eleições presidenciais no país, uma das mais eletrizantes e polêmicas da história. E os dados são bem preocupantes.

Realizada com cerca de 930 adultos empregados, a pesquisa deixou claro que o debate político realmente atrapalha o expediente. Confira alguns dados: 

  • Pelo menos 28% dos trabalhadores jovens (entre 18 e 34 anos) disseram que estavam estressados exclusivamente por causa do aumento de debates políticos durante o expediente;
  • 19% disseram que a produtividade caiu muito desde que as discussões relacionadas às eleições dominaram o ambiente de trabalho;
  • 24% também acham que a qualidade do trabalho foi por água abaixo;
  • 21% afirmaram que desenvolveram dificuldades para terminar o trabalho do dia por causa disso.

Homens jovens: os mais prejudicados

De acordo com os dados, os mais afetados por essas brigas são os mais jovens, especialmente homens. O número de homens jovens que afirmaram sentir estresse na situação, é duas vezes maior do que as mulheres da mesma faixa etária ou do que as pessoas mais velhas.

No mesmo contexto, duas vezes mais homens jovens disseram se isolar de seus colegas de trabalho do que as mulheres da mesma faixa etária. Além disso, 18% dos homens entraram em uma briga política com colegas — entre as mulheres que afirmaram a mesma coisa, o número é de apenas 4%.

Respeito

Apesar dos números refletirem grandes sinais de problemas gerados por debates políticos, o estudo também levantou aspectos positivos:

  • 54% das pessoas entrevistadas disseram que evitam discutir política com os colegas;
  • 60% afirmaram que as pessoas no trabalho, em geral, são respeitosas umas com as outras;
  • 20% também passaram a evitar colegas com opiniões diferentes para evitar embates.

Apesar disso, 56% disseram presenciar uma briga feia relacionada à política no ambiente de trabalho — e cerca de 11% contam que já entraram, eles mesmos, em alguma confusão.

Para 15% dos entrevistados, uma forma de proteção do ambiente tóxico foi alterar a postura de “neutro” para “cínico” ou “grosso” na intenção de se protegerem de ataques.

Dicas para evitar brigas no trabalho

Mas não são apenas assuntos políticos que podem causar atrito no cotidiano de um escritório. A falta de um ‘bom dia’, de conversas que não sejam sobre trabalho e até a ausência de um sorriso podem criar um clima negativo no ambiente.

A americana Rita Friedman, palestrante e instrutora profissional, ao lado do consultor de carreira Ryan Kahn, listaram algumas atitudes que os profissionais podem adotar no seu dia a dia na intenção de evitar conflitos com seus colegas de trabalho.

Interação com assuntos diversos

Saber um pouco mais sobre o que os colegas se interessam fora do ambiente corporativo é uma maneira agradável de manter um ambiente e uma relação saudável. É bem comum  as pessoas que estão na mesma área dividam os mesmos interesses ou gostos parecidos.

Ser amigável

Com uma rotina muito puxada, é bem possível que as pessoas esqueçam de sorrir durante o dia. Isso é um perigo, pois uma atitude rude pode passar a mensagem errada aos colegas, inclusive criando uma resposta igualmente negativa. Para Kahn, um ‘bom dia’ e ‘muito obrigado’ são exemplos de pequenos gestos com grande poder de transformação.

Ouvir é importante

“Ter pressa em dizer tudo o que pensa, o tempo todo, pode fazer parecer que você não está interessado nas opiniões de seus colegas”, alerta Rita. A especialista aponta que o ambiente de trabalho não deve ser tomado pelo clima de competições, mas sim deixar aberto espaço para a interação e o engajamento profissional.

Oferecer ajuda e agradecer

Agradecer a ajuda de colegas, mesmo quando for uma obrigação deles é importante. “Todos gostam de ser apreciados, e criar uma cultura de gratidão faz com que os colegas queiram retribuir no futuro”, diz Rita. Da mesma forma, oferecer ajuda é fundamental para um ambiente produtivo.

Encare as diferenças 

businessman-3036181_1920

Ser muito direto e impor sua maneira de se comunicar pode ser prejudicial.

Evitar pessoas no escritório, mudando as rotas e não conversando diretamente, só irá piorar os problemas. “Se há um conflito crescente, procure ter uma boa conversa com o colega para resolver o problema da melhor maneira possível. Uma relação assim só atrapalha o trabalho de ambos e de quem está ao redor”.

Cuidado com o diálogo

Ser muito direto e impor sua maneira de se comunicar pode ser prejudicial. “Tenha uma maneira de conversar com cada um, mas sem perder suas opiniões. Tem gente que gosta de falar mais, ao mesmo tempo que há colegas mais quietos. Saiba se adaptar a cada um”, aponta o especialista.

Críticas construtivas 

De acordo com Kahn, muita gente confunde crítica construtiva como um ataque pessoal: “Ao receber um feedback negativo, um chefe só pretende melhorar o andamento de seu funcionário e de sua empresa. Saiba receber a avaliação e tente melhorar item por item do que está errado, pois isso vai melhorar sua posição no futuro”, aconselha o especialista.

Evite fofocas 

Dizer algo negativo sobre um colega no escritório ou até mesmo on-line é uma das maneiras mais fáceis de estragar o clima no ambiente profissional. “Por outro lado, não tenha medo de elogiar um companheiro de trabalho para os outros”, aconselha Rita.

Apostar em bem-estar é o caminho certo

Seja no ambiente de trabalho ou na vida particular, a qualidade de vida de um profissional permite uma rotina mais saudável, com menos doenças, menos estresse e mais disposição para suas atividades. Isso se reflete nos lucros da empresa.

Uma empresa que promove ações voltadas para o bem-estar, incentivando a prática de esportes, a busca pela cultura e lazer, a escolha por uma alimentação saudável, entre outras, torna-se um local que o profissional terá prazer em trabalhar, vislumbrando um propósito que vai além do salário oferecido.

Soluções Wesco

Com a Wesco, com certeza a sua empresa estará com os produtos certos na hora da higiene dos seus funcionários. Conheça alguns dos produtos:

Aromatizadores de ambientes Wesco

Os aromatizadores de ambientes Wesco são elaborados com matérias primas de perfumaria fina, garantindo qualidade e fixação prolongada. Produzidos com essências naturais, menos suscetíveis a provocar dores de cabeça e/ou ataques alérgicos e não mancham. Possuem “ofuscadores” de cheiros em sua formulação, para combater odores desagradáveis causados por cigarros, fungos, umidade, entre outros. Saiba mais aqui.

Bloqueador de odores sanitários FreeCô

FreeCô é o primeiro produto do Brasil que bloqueia o mau cheiro do nº2 que sai da privada. Com FreeCô o empregado se sentirá mais tranquilo ao usar o banheiro da empresa, sem nenhum constrangimento. Faça a sua cotação aqui.

Kit de enxaguante bucal Listerine

Leve ao seu estabelecimento um produto de fácil acesso, que preserva a saúde de sua equipe e clientes. Sinta um agradável frescor com antisséptico bucal Listerine sabor Cool Mint. Saiba mais sobre essa inovação aqui!

Conheça a Wesco e descubra o produto ideal para a sua empresa fortalecer o ambiente de trabalho e a relação com o cliente. Clique aqui!

Com informações: O Globo, Forbes, Super Interessante.